NOTÍCIAS

< VOLTAR

País do tamanho da região Oeste tem sete mil startups

Sexta, 20 Setembro 2019 16:44

Israel não é conhecido como nação startup por acaso. Uma imensa revolução tecnológica inunda o país principalmente nos últimos 20 anos, com a formação de milhares de empresas de tecnologia. É isso o que o diretor de Comunicação Social da Acic e diretor da Nexus, Carlos Guedes, viu em recente viagem que fez ao país na companhia de empresários do Sudoeste do Paraná. “É impressionante o que ocorre lá. Um verdadeiro exemplo para todos nós, principalmente aos brasileiros”.
O país que é do tamanho do Oeste do Paraná, com apenas 20 mil quilômetros quadrados, e é um dos recordistas em número de empresas de tecnologia e de inovação no mundo. São mais de sete mil, isso que o país tem população de apenas 8,7 milhões de habitantes – só a capital Tel Aviv tem 1,7 mil empresas inovadoras. O Paraná, com seus 12 milhões de habitantes, tem 1,1 mil startups em atividade. “É um número realmente surpreendente, que comprova a seriedade que os israelenses tratam essa indústria revolucionária e que traz inúmeros dividendos ao seu povo”, afirma Carlos Guedes.
Nas visitas que o grupo de 17 pessoas fez ao país do Oriente Médio houve contatos com diretores de empresas dos mais diversos setores, mas algumas chamaram em particular a atenção dos brasileiros. “Vimos um óculos que grava a face das pessoas e, com um comando de voz, também o nome. Quando o usuário volta a encontrá-la, um software de identificação visual acha a informação no banco de dados e então, por meio de um fone, diz o nome da pessoa. Ajuda muito a que tem problemas de visão ou não consegue gravar fisionomias com facilidade”, diz o diretor de Comunicação Social da Acic.
Os israelenses também desenvolveram um colírio que dá oito horas ininterruptas de visão perfeita, sem suporte de óculos, a pessoas com vista cansada. É só usar uma gotinha e os óculos deixam de ser necessários durante toda a jornada de trabalho, por exemplo. “São pesquisas pequenas e grandes, simples e complexas. O país do deserto que já era referência em produtividade agrícola, agora é um modelo em desenvolvimento de startups”.
Carlos Guedes é um dos idealizadores da Acic Labs (ao lado do vice-presidente para Assuntos da Microempresa Siro Canabarro) e, diante do que viu, garante que a associação comercial está no caminho certo. “A direção é esta: ter um espaço, promover eventos e colocar o assunto inovação e tecnologia na boca e nas ações das pessoas”.