NOTÍCIAS

< VOLTAR

Basta beber e dirigir para você ser sorteado no Drink Premiado

Quarta, 31 Janeiro 2018 12:19

Um café da manhã lançou oficialmente nesta quarta-feira, na Sala Paraná, na Acic, a campanha Drink Premiado, sugerida há alguns meses pelo Ministério Público e abraçada por várias entidades organizadas locais. O objetivo é promover ações e trabalhos de orientação e educativos para mostrar às pessoas o risco que elas assumem ao beber e dirigir. O mote do projeto é criativo e evidencia aos condutores que a partir do momento que optaram pela combinação de consumir bebidas alcoólicas e dirigir eles estão automaticamente concorrendo aos prêmios do Drink Premiado.

Um filme publicitário foi preparado para divulgar os prêmios que são sorteados pelos que decidirem concorrer. O apresentador convida motoristas para girar uma roleta que indica as premiações que eles poderão ganhar no caso de beber e dirigir. Os prêmios são inúmeros, como multas, perder a carteira de habilitação e até se envolver em acidentes graves provocando a morte de terceiros, de alguém da família e ou até a dele próprio. O promotor Guilherme Rezende, ao apurar números de crimes de trânsito em Cascavel, decidiu buscar ajuda para a criação de uma campanha de sensibilização aos motoristas.

Apenas no ano de 2017 foram 975 os crimes de trânsito cometidos no município, a grande maioria associados ao consumo de álcool e direção. “Somos de uma geração que vive sistematicamente nessa combinação perigosa. Quem nunca bebeu um drink, uma cerveja ou uma taça de vinho e foi para casa dirigindo”, questionou ele. O fator cultural ligado há anos de descaso e de leis e fiscalizações praticamente inexistentes levaram a um cenário crescente de crimes, sequelas e óbitos. “É necessário começar de algum lugar para mudar o quadro e hoje lançamos uma campanha que seguirá por tempo indefinido e que contará com a colaboração de muitos, a quem desde já agradeço”, afirmou Guilherme.

A jovem Ilana Naiara Johann, 22, participou do lançamento e detalhou sobre acidente no qual se envolveu em setembro do ano passado. Um condutor de 42 anos, sem habilitação, atingiu a moto que ela conduzia depois de uma convergência sem sinalização. Ilana teve fraturas sérias em uma das pernas e segue ainda em processo de recuperação. A jovem foi submetida a oito cirurgias, a 35 dias de internamento hospitalar e hoje está em uma cadeira de rodas. “O sofrimento pra mim e pra minha família tem sido enorme. Pior é saber que esse senhor, que me atingiu e que não prestou socorro, segue dirigindo e colocando a vida de outras pessoas em risco”, lamenta Ilana.

 

Redução

O major Amarildo Roberto Ribeiro, presidente do Cotrans (Comitê Intersetorial de Prevenção e Controle de Acidentes de Trânsito), apresentou números sobre a violência do trânsito em Cascavel. Em 2012 foram 122 mortes e em 2016 o número caiu para 63. “Diversas ações e o endurecimento das leis e das penas, principalmente com foco no consumo de álcool associado ao volante, tem provocado reduções importantes, mas há muito ainda a avançar e ações como a do Drink Premiado podem ajudar”, de acordo Amarildo. A campanha, segundo ele, precisa ser de responsabilidade de todos. O inspetor Félix Ribeiro da Silva, da Polícia Rodoviária Federal, afirmou que o problema não está no consumo de bebidas e sim na associação delas com o ato de dirigir. Por isso, recomendou, é necessário mudar hábitos e empregar táxis, Uber ou ônibus nos deslocamentos para poder aproveitar as noites de festas com os amigos.

O presidente da Cettrans (Companhia de Engenharia de Transporte e Trânsito), Alsir Pelissaro, disse que os órgãos públicos são parceiros de programas educativos e que a finalidade da empresa não são as multas e sim contribuir para a construção de um trânsito humano, onde todos possam conviver pacificamente e com segurança. “Confio no poder da mudança e que podemos adotar hábitos culturais que nos façam melhores”, ressaltou o presidente da Câmara de Vereadores, Gugu Bueno. Por sua vez, o vice-presidente da Acic, Sandro Bacarin, observou que poder participar e contribuir para o sucesso de uma campanha como essa é um orgulho para a associação comercial. “Os números melhoraram mas é possível fazer com que recuam ainda mais”, garantiu ele, pedindo o empenho de todos para o êxito das ações do Drink Premiado.

A coordenadora do curso de Publicidade da FAG, Laila Rotter Schimidt, e professores da instituição falaram e explicam sobre o conceito da campanha e dos objetivos que as peças publicitárias buscam alcançar com as mensagens e reflexões que chegarão às pessoas. A ação é organizada pelo Conseg (Conselho Comunitário de Segurança Pública de Cascavel), FAG (Faculdade Assis Gurgacz), Cogesp, Agecin e Cotrans, além de empresas patrocinadoras.

 

Legenda: O lançamento da campanha ocorreu na manhã desta quarta-feira, na Sala Paraná, na Acic

 

Crédito: Assessoria