Central de Atendimento
45 3321-1400

bannerSaudacaoNatal2016

21 ºC
17 ºC




Sexta, 06 Outubro 2017 11:56

Caciopar é contra a extinção de benefício fiscal a pequenas empresas

Avalie este item
(0 votos)

A Caciopar, coordenadoria que representa 46 associações comerciais do Oeste do Paraná, acaba de enviar correspondência aos deputados estaduais manifestando sua posição sobre matéria aprovada no início desta semana na Câmara de Constituição e Justiça da Assembleia. Ela prevê o fim de benefício fiscal a empresas com faturamento anual de até R$ 360 mil, justamente um dos estratos empresariais que mais geram empregos no Paraná e também no País.

Acompanhe a íntegra do documento, assinado pelo presidente da Caciopar Leoveraldo Curtarelli de Oliveira, que foi enviado aos parlamentares:

"As micros e pequenas empresas, que faturam até R$ 360 mil por ano, são o pulmão da economia brasileira. Mesmo com dificuldades e toda sorte de desafios, elas seguem produzindo e, principalmente, gerando empregos nos municípios. Diante da maior e mais grave crise nacional, elas estão entre as que mais sentem o impacto da redução de suas vendas e, em vez de mais problemas, precisam de incentivos e apoio para continuar existindo e cumprindo sua missão.

Por reconhecer a importância e a necessidade das micros e pequenas empresas para a economia das cidades, do Estado e do País, a Caciopar (Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Oeste do Paraná) se posiciona contrariamente à decisão da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Paraná que no último dia 3 aprovou a exclusão de redução de alíquota do ICMS a empresas do Simples Nacional.

Se o projeto de lei de número 557/2017 for mesmo colocado em prática, empresas com faturamento anual de até R$ 360 mil terão de pagar, apenas referente a 2017, montante de R$ 2.412. A partir do exercício de 2018, o valor subirá para R$ 6.813,90. Ou seja, acréscimo de R$ 4.401,90, do valor pago a título de ICMS, ou 182%. As entidades do G7 tentam apresentar uma emenda que reduza os efeitos da medida, no entanto há sério risco de a matéria seguir para plenário.

Diante do exposto e dos efeitos práticos que redução do benefício a empresas que tanto precisam de ajuda pode representar, a Caciopar dirige-se a Vossa Excelência pedindo para que apoie a exclusão do Artigo 30 do projeto de lei 557/2017, evitando assim a extinção do benefício para as empresas do Simples Nacional. A construção de um novo Brasil, mais justo e de oportunidades a todos, depende de um Estado enxuto, eficiente, com carga tributária conectada à realidade e com empresas fortes e devidamente valorizadas".

Receba os Informativos da ACIC

Agenda de Eventos


Outubro 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Veja Mais